Home > Vida Country > Rodeio > Regras de Rodeio
Contato

Radar

Confeccionado em couro.

Mais fotos do modelo

Cury Western

Arizona II Confeccionado em pêlo e lã.

Mais fotos do modelo

Radar hat 20x

Copa quadrada

Mais fotos do modelo

Shantung

Mais fotos do modelo

Dallas Juta Social

Mais fotos do modelo

Ramenzoni Cavalgada

Pelo e lã

Mais fotos do modelo

Pralana Yankee Boss II

Mais fotos do modelo

Ramenzoni XXX

100% Pêlo de lebre

Mais fotos do modelo

Pralana "João Carreiro & Capataz"

Exclusivo chapéu da dupla João Carreiro & Capataz, produzido pela Pralana com levíssimo material importado.

Mais fotos do modelo

Chapéu Cangaceiro

Mais fotos do modelo

Regras de Rodeio PDF Imprimir E-mail

 

- Nos bretes de saída, tanto o peão quanto o animal já devem estar prontos para a montaria, com todos os equipamentos regulados. O traje obrigatório do cowboy é composto pelo chapéu, camisa de manga comprida com a mão de equilíbrio abotoada, calça de couro e botas. Pode-se optar pelo uso do capacete e do colete salva-vidas.


- Não são permitidos objetos cortantes que possam ferir o animal, por isso a espora é rombuda (sem pontas).

 

- O Rodeio em Cavalos conta com três estilos diferentes de montaria, sendo que os equipamentos do animal são diferentes em cada um deles.
O Cutiano, praticado somente no Brasil, utiliza, arreio, peiteira, baixeiro, rédeas e sedém.
O Saddle Bronc (Sela Americana) , substitui o arreio pela sela sem pito esem o uso do baixeiro.
No Bareback, um outro estilo americano, o equipamento utilizado é uma “pequena sela”, adaptada com uma alça em que o peão segura com a mão de apoio. Não há estribos.
É proibido dar nós nas rédeas, amarrado-as entre as mãos para obter maior firmeza durante a montaria.


- Na montaria em Touro são usados apenas o sedém na posição da virilha e, envolvendo o tórax, a corda americana com um nó de ajuste.


- O julgamento da apresentação dentro da arena avalia vários ítens envolvendo o conjunto formado pelo peão e pelo animal. A pontuação vai de zero a cem ou , no caso de dois juízes, de zero a 50, somando-se as duas notas. Ainda no cado de três juízes, fica valendo a nota intermediária. Por exemplo: o juiz A deu nota 55, o B 60 e o C 50. Vale a Nota 55.


- Sistema de pontuação final é o de ponto corrido, ou seja, quem tiver a maior soma de todos os dias do Rodeio, será o campeão ao final da disputa.


- Durante os oito segundos, tempo de duração da montaria, será considerado apelo o toque da mão de equilíbrio no naimal, no próprio corpo ou na arena, a menos quena saída do brete a porteira não seja fechada em tempo hábil. Fixar a espora na corda, buscando mais firmeza (”montar nos nós”) é outra irregularidade.


- Mão e braço de equilíbrio devem estar bem colocados. O Peão precisa ter estilo e demonstrar domínio sobre o que faz.


- No Rodeio em Cavalos, a ‘tecnica é esporear no epscoço sempre puxando para cima, em direção às mãos. As esporeadas faem com que o peão fique mais solto , tonrnado a montaria mais difícil.


- Mas não é só sobre o competidor que um juiz de Rodeio concentra sua atenção. O bom desempenho do animal também é fundamental para o sucesso de uma montaria. Quanto mais dificuldade ele impor ao peão, maior será a nota. Aqueles que possuem um salto prancheado, isto é, que mantêm o dorso na vertical com as patas esticadas, deixando à mostra a barriga, são classificados com animais de eleiminação. Quando dá saltos pequenos ou “embucha”(pára de pular), certamente tira pontos do cowboy. Por isso, antes de o Rodeio ter início são realizados os sorteios.


- Toda vez que o desempenho do animal for precário e o peão obter uma nota inferior a 64 pontos para Montarias em Touro e 33 pontos para Cavalo, ele terá direito a uma nova montaria com um animal reserva, já sorteado.


- É importante ressaltar que peão e animal serão avaliados somente se concluirem o tempo regulamentar da montaria, ou seja, oito segundos (Apenas em rodeios profissionais).

 
Copyright © 2018. JR Chapéus e Calçados. Designed by Shape5.com